Novembro começa com frio atípico em grande parte do Brasil

Baixas temperaturas começaram a atingir o Sul e o Centro-Oeste do País nesta terça-feira (1). A previsão indica o avanço do frio para as regiões Sudeste e Norte ao longo da semana

Por Manuela Rolim Siqueira - publicado 03/11/2022 16h30 . Última modificação 03/11/2022 16h38 .

O mês de novembro começa com frio intenso e atípico para esta época do ano em quatro regiões do Brasil, especialmente no Sul. A queda brusca de temperaturas ocorre devido à passagem de uma frente fria seguida de uma forte massa de ar de origem polar.

Na manhã desta terça-feira (1), teve queda de temperatura superior a 10°C na Serra Catarinense. A tabela 1 mostra os registros de temperaturas mínimas entre 31/10 e 01/11 nas estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Tabela 1: Queda de temperatura mínima entre segunda (31) e terça-feira (1).

Além disso, é possível ver o avanço da massa de ar frio pelo Brasil na figura 1. As áreas em azul/roxo mostram as menores temperaturas registradas nesta terça até às 8h.

Figura 1: Mapa de temperatura registrada até às 8h do dia 01 de novembro de 2022. Fonte: Inmet.


Na manhã desta terça, ainda houve registro de neve na região do Morro da Igreja, em Santa Catarina, e há possibilidade de neve entre o Planalto Sul Catarinense e a região dos Aparados da Serra, no Rio Grande do Sul, no decorrer do dia. Até o momento, não há registro de neve nas estações meteorológicas do Inmet para o mês de novembro.

A massa de ar frio continuará se deslocando para o Sudeste, Centro-Oeste e Norte do País. Áreas dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Acre, Rondônia e Amazonas também vão registrar baixas temperaturas. A figura 2 mostra a previsão de temperatura mínima para o início da manhã desta quarta-feira (2), quando a massa de ar frio atingirá os estados de Rondônia, Acre e Amazonas, no Norte do Brasil. 


Figura 2: Mapa da previsão de temperatura mínima para o dia 2 de novembro às 6h (horário de Brasília). Fonte: Inmet


Ainda na quarta, há previsão de formação de geada em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná (figura 3). Há, também, possibilidade de formação de geada no sul do Mato Grosso do Sul.

Figura 3: Áreas com avisos de formação geada válidos para o amanhecer do dia 02 de novembro de 2022. Fonte: Inmet.


A intensa e atípica massa de ar frio deve atuar no Brasil até o fim desta semana, com possibilidade de temperaturas negativas e geadas até quinta-feira (3), principalmente, nas áreas mais altas da Região Sul. O Inmet já divulgou aviso de onda frio para as áreas do centrossul do País com validade entre esta terça-feira (1) e a próxima sexta-feira (4). Veja figura 4. 

Figura 4: Áreas com aviso de onda de frio válido até o dia 04 de novembro de 2022. Fonte: Inmet.


Confira as menores temperaturas já registradas para o mês de novembro nos estados da Região Sul, além de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás (valores atualizados):

Rio Grande do Sul: 1,0°C em Bom Jesus em 05/11/1992

Santa Catarina: -1,5°C em São Joaquim em 05/11/1992

Paraná: -0,9°C em Curitiba em 23/11/1970

São Paulo: 4,6°C em Campos do Jordão em 20/11/2016 e em São José dos Campos no dia 12/11/1964

Mato Grosso do Sul: 0,9°C em Água Clara em 18/11/1985

Mato Grosso: 8,0°C no Alto Araguaia em 18/11/1984

Goiás: 9,7°C em Jataí em 28/11/1979



Confira os registros de geada na Região Sul nos meses de outubro e novembro (pesquisa realizada com dados a partir de 1999):

> Outubro

Geada de intensidade fraca em Cambará do Sul (RS) em 23/10/2017.

Geada de intensidade moderada em Bom Jesus (RS) em 23/10/2017.


> Novembro

Geada de intensidade fraca em Cambará do Sul (RS) em 23/11/2017.



Acompanhe as atualizações dos avisos aqui e da previsão do tempo na página inicial do portal.


O INMET é um órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.

A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal, aplicativo e redes sociais:

Instagram: @inmet.oficial

Twitter: @inmet_

Facebook: @INMETBR

Tiktok: @inmetoficial

Youtube: INMET

Veja mais: