SÃO PAULO-SP: FEVEREIRO 2022 É O MENOS CHUVOSO DESDE 1984 NA CAPITAL PAULISTA

CALOR SEGUE NOS PRÓXIMOS DIAS.

Por Maisa Pereira de Souza - publicado 02/03/2022 16h09 . Última modificação 02/03/2022 16h58 .


A precipitação acumulada na estação automática do Inmet no Mirante de Santana na capital paulista em Fevereiro/2022 foi de 69,2 mm de. O valor ficou 177 mm abaixo da referência da Normal Climatológica (1981-2010), o que significa um desvio negativo de cerca de 70 % (Vide Tabela 1, onde estão expressas as precipitações dos últimos meses, e os correspondentes valores da referência climatológica).

É o mês de fevereiro menos chuvoso em 38 anos e o segundo menor do registro histórico (1943-2022) para o mês, perdendo apenas para o ano de 1984, quando registrou-se 32,5 mm. Na Tabela 2, estão expressas as menores precipitações para fevereiro da série histórica da capital paulista.

Tabela 1: comparação da precipitação dos últimos meses com a Normal Climatológica (1981-2010) para as estações Inmet-Mirante de Santana (Código OMM 86910 e 83781).


Tabela 2: Meses de fevereiro (1943-2022), com os menores volumes de chuva no Mirante de Santana, São Paulo, SP:


No mês, o maior volume de chuva em 24 horas foi de 13 mm, totalizada na manhã do dia 23. Foram nove dias com registro de precipitação acima ou igual a 1 mm, valor abaixo da climatologia, de aproximadamente 15 dias.

Com média de 29,2 °C, as temperaturas máximas fecharam o mês acima da Normal Climatológica, que é de 28,8 °C. A máxima temperatura do mês foi de 32,9 °C, registrada na tarde do último dia do mês. Por sua vez, as temperaturas mínimas fecharam o mês com média de 19,5°C, valor igual ao da Normal Climatológica. A temperatura mínima foi de 16,5 °C no dia 10.

A menor amplitude térmica diária—diferença entre a temperatura máxima e a mínima em um dia—foi de 2,6 °C, no dia 07. Por sua vez, a maior amplitude ocorreu no dia 14, com registro de variação de temperatura intradiurna de 13,7 °C.

Em relação aos ventos, a maior rajada foi de 13,0 m/s (47 km/h), ocorrida na tarde do dia 22. Na Figura 1, a seguir, é apresentado o gráfico com as séries diárias das temperaturas e precipitação ao longo do mês de FEVEREIRO de 2022.


Figura 1: Temperaturas e precipitações diárias em FEVEREIRO de 2022 no Mirante de Santana-SP.

Referência: Normal Climatológica Inmet (1981 a 2010).

As chuvas mais expressivas e o posicionamento do canal de umidade/eventos de Zona de Convergência do Atlântico Sul-ZCAS ficaram posicionados mais ao norte de SP, entre as serras do RJ, MG e atravessando os estados de GO, MT, TO até a Amazônia ao longo de fevereiro de 2022 (figura 2).

A Zona de Convergência do Atlântico Sul - ZCAS – é uma persistente banda de nebulosidade orientada no sentido noroeste-sudeste, que se estende desde a Amazônia até o oceano Atlântico sudoeste e está associada com uma sequência de dias chuvosos que em muitas ocasiões provocam episódios de chuva extrema.


Figura 2: Mapa do acumulado de precipitação (mm) nos últimos 30 dias identifica as áreas mais chuvosas (em azul escuro) e menos chuvosas (em verde claro/amarelas).

Na figura 3 os mapas de temperatura da superfície do oceano em fevereiro de 01 a 27/02 (3a) e a correlação da precipitação com a temperatura da superfície do mar nos últimos 40 anos nos meses de fevereiro (3b) indicam que o Pacífico Leste mais resfriado e os efeitos do La Niña influenciaram no volume de chuvas abaixo da média na capital SP, deixando também parte da região Sul, sul de SP e do MS com chuvas abaixo da média. Fatores adicionais de água ligeiramente mais fria do Atlântico junto à costa de SP e na faixa tropical do NE, bem como águas mais aquecidas no Atlântico Sul ao sul da bacia do Prata ajudam a explicar as chuvas abaixo da média na capital.

Figura 3. Anomalias de temperatura da superfície do mar, dias 01 a 27/02/2022, em azul (amarelo) anomalias negativas (positivas) em (a). E área de correlação da precipitação com a temperatura do oceano (b). Em destaque a área mais fria do Pacífico leste (a) e a respectiva correlação (b).

Ainda, conforme dados da estação meteorológica automática do INMET no Mirante de Santana, zona norte da capital SP, a temperatura máxima desta terça-feira 01°/03/2022 atingiu 31,6°C, representando o décimo dia consecutivo de temperaturas acima dos 30°C – vide Tabela 3- (a maior temperatura do ano de 2022 até agora é de 33,8°C em 23/01):


Tabela 3: Registro recente das temperaturas máximas diárias consecutivas acima dos 30°C na estação automática do Mirante de Santana:


A previsão ao longo da semana indica a continuidade do calor, com tempo úmido e abafado, sol entre nuvens e ocorrência de pancadas de chuva com trovoadas (figura 4 a). Temperaturas máximas continuam acima dos 30°C nesta quarta e quinta-feira, especialmente. Em destaque a previsão para o dia 02/03 em figura 4 b:



Figura 4. Acumulado de chuva (mm) para 168 h (a) e temperatura máxima (°C) prevista pelo modelo Cosmo 7 km do INMET para o dia 02/03/2022.


Para o mês vigente de março de 2022 o modelo de previsão estatística do clima do INMET projeta chuvas ligeiramente abaixo da média em parte do oeste e centro-norte e nordeste do estado de SP, ficando perto da normal nas demais áreas (figura 5a). Temperaturas acima da média em todo o estado de SP são previstas em março de 2022 (figura 5b).



Figura 5. Modelo de previsão estatística do clima do INMET, em (a) as anomalias (desvios) de chuva previstos (mm), acima da média (em azul) abaixo da média (em amarelo). Em (b) a previsão das anomalias de temperatura média (em °C), em amarelo acima da média e em azul abaixo da média.



Confira a NOTA completa AQUI.



O INMET representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.






A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal portal.inmet.gov.br, aplicativo e redes sociais:

Nossas Redes Sociais e Aplicativo:

Instagram: @inmet.oficial

Youtube: INMET

Twitter: @inmet_

Facebook: INMETBR

LinkedIn:/company/inmetbr

Tiktok: @inmetoficial


Veja mais: