Onda de Frio derruba as temperaturas em grande parte do Brasil

Yakecan se afasta da costa brasileira e a previsão é de que as temperaturas comecem a subir no final de semana.

Por Maisa Pereira de Souza - publicado 19/05/2022 12h56 . Última modificação 19/05/2022 14h51 .


A semana começou (16/05) com destaque para a formação da Tempestade Subtropical Yakecan próxima a costa do Rio Grande do Sul. O deslocamento da tempestade em direção ao continente ocasionou rajadas de vento muito fortes nos Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina entre os dias 17 e 18/5 (terça e quarta-feira).

A Tabela 1 apresenta os maiores valores registrados nesses dias nas estações meteorológicas do INMET.

                                                                                                     Tabela 1: Maiores rajadas de vento entre os dias 17 e 18 de maio.


A atuação da Tempestade Subtropical Yakecan favoreceu também a intensificação de uma forte massa de ar frio no continente.

Houve registro de neve a partir da madrugada do dia 17 em áreas da Serras Gaúcha e Catarinense e também no sul do Paraná.

A partir da quarta-feira (18), as temperaturas começaram a cair com maior intensidade. Houve registro de geada em áreas da Serra Mantiqueira, com temperatura mínima de -0,1°C em Campos do Jordão (SP).

A Tabela 2 mostra as menores temperaturas registradas no dia 18 nos Estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e em Goiás.

                                                                                                         Tabela 2: Temperaturas mínimas no dia 18/05/2022.


Ainda na quarta-feira (18), a capital paulista, São Paulo (SP), registrou a terceira menor temperatura do mês de maio em 32 anos. O valor registrado de temperatura mínima de 6,6°C na manhã do dia 18/05 só fica atrás dos valores de 5,4°C em 19/05/1990 e de 5,8°C em 23/05/1990.

A manhã do dia 18, com 6,6°C, também foi a mais fria na capital paulista até o fechamento desta notícia.

Além disso, a tarde do dia 18 também foi de recorde em São Paulo (SP), com a menor temperatura máxima do mês de maio desde 1961: 12,3°C. O valor anterior foi de 12,6°C em 17/05/1977.

Nessa quinta-feira (19), a massa de ar frio continuou derrubando as temperaturas em grande parte do Brasil, atuando inclusive em áreas das Regiões Norte e Nordeste.

A Tabela 3 apresenta um resumo das menores temperaturas registradas nas estações do INMET em cada região do Brasil.


                                                                                                           Tabela 3: Temperaturas mínimas no dia 19/05/2022.

A manhã do dia 19 (quinta-feira) foi de recorde no Distrito Federal. A temperatura registrada na estação meteorológica do INMET localizada no Gama (DF) registrou apenas 1,4°C.

Esse é o menor valor de temperatura registrado pelo INMET no Distrito Federal desde o início das medições em 1963. O valor anterior, de 1,6°C, foi registrado no Plano Piloto/Sudoeste em 18/07/1975. Já a Estação do INMET no Sudoeste (DF) registrou 4,9°C de temperatura mínima. É o segundo menor valor no Plano Piloto para um mês de maio, ficando atrás apenas dos 3,2°C de 18/05/1977.

Destaque também para a manhã de quinta-feira (19) mais fria em Belo Horizonte (MG) desde 1979. Os valores de 4,4°C em Cercadinho e 6,7°C na Pampulha ficam atrás apenas do valor de 3,1°C observado em 01/06/1979.



Atualização da Tempestade Subtropical Yakecan


Na noite de quarta-feira (18), a Marinha do Brasil, por meio do Serviço Meteorológico Marinho, em colaboração com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), atualizou a situação da tempestade, informando que ciclone encontrava-se a cerca de 310 km da costa de Santa Catarina. Na manhã de quinta-feira (19) o ciclone já se encontra mais afastado do continente, a cerca de 920 km do litoral de São Paulo.

As previsões mais atualizadas mantêm a estrutura do sistema como Tempestade Subtropical durante seu deslocamento para sudeste, afastando-se da costa. Mesmo assim, no decorrer da quinta-feira (19) ainda há previsão de ventos que podem variar entre 60 e 80 km/h desde o litoral norte de São Paulo até a costa do Espírito Santo. ( Conforme o Aviso emitido: https://alertas2.inmet.gov.br/...).

Previsão para os dias 20 e 21 de maio

As temperaturas ainda serão baixas na manhã do dia 20 (sexta-feira) em grande parte do Brasil. Há previsão de formação de geada em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal ( Avisos emitidos: https://alertas2.inmet.gov.br/... , https://alertas2.inmet.gov.br/... e https://alertas2.inmet.gov.br/...). Por outro lado, as previsões indicam volumes elevados de chuva, que podem superar os 80 mm, nos Estados de Sergipe e Alagoas.

No sábado (21) a tendência é de início de elevação das temperaturas na parte central do Brasil. As chuvas ficarão concentradas na faixa norte do Brasil, com maiores valores previstos para o norte do Pará e do Maranhão.

O INMET é um órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.

A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal, aplicativo e redes sociais:

Instagram: @inmet.oficial

Twitter: @inmet_

Facebook: @INMETBR

Tiktok: @inmetoficial

Youtube: INMET

Veja mais: