INMET COMEMOROU O DIA METEOROLÓGICO MUNDIAL COM O LANÇAMENTO DAS NORMAIS CLIMATOLÓGICAS 1991-2020

O Dia Meteorológico Mundial, foi celebrado na tarde desta quarta-feira, 23 de março de 2022, com o tema “Alerta antecipado e Ação antecipada’’.

Por Viviane Samara Barbosa Nonato - publicado 23/03/2022 16h49 . Última modificação 24/03/2022 09h36 .



O Dia Meteorológico Mundial, foi celebrado na sede do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) na tarde desta quarta-feira, 23 de março de 2022, com o temaAlerta antecipado e Ação antecipada’’, tema escolhido pela a Organização Meteorológica Mundial (OMM), para as celebrações deste ano e que destaca a importância dos Alertas e da antecipação das informações meteorológicas, climáticas e hidrometeorológicas para a redução do risco de desastres.

O evento virtual aconteceu com transmissão no canal do INMET no Youtube.

A celebração teve início com o Diretor do INMET, Miguel Ivan Lacerda de Oliveira, que discorreu sobre a importância de celebrar a data, “eventos extremos estão acontecendo com mais frequência no Brasil, isso significa que precisamos aumentar os alertas no País e valorizar os profissionais da meteorologia”, afirmou. 

Cleber Soares, Secretário-adjunto da (SDI/MAPA) falou da importância do investimento e contribuição do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para a área da meteorologia "o tema exposto é muito estratégico e vital para os produtores rurais e a sociedade de maneira geral, no qual é necessário nos antecipar diante dos riscos climáticos e importantíssimo para a segurança alimentar do nosso país. Precisamos saber quais são as situações climáticas que estão ocorrendo no nosso dia-a-dia para planejar nossas ações futuras”, disse o Secretário-adjunto da (SDI).

Para o Diretor do CENAD, Armin Braun, o tema abordado é fundamental para preservar vidas, principalmente quando existe uma parceria entra a Defesa Civil e o INMET, o que nos permite qualificar informações e tomar as melhores decisões por parte das autoridades no caso de eventos severos.

“Cada vez mais as pessoas estão expostas aos riscos dos desastres naturais, por isso, precisamos estar coordenados para produzir informações meteorológicas e alertas aprimorados à população. Salvar vidas é o foco, e para isso precisamos do trabalho em conjunto”, disse Armin Braun.

Na ocasião, a meteorologista e coordenadora de Meteorologia Aplicada, Desenvolvimento e Pesquisa do INMET, Marcia dos Santos Seabra, conduziu  o lançamento das “Normais Climatológicas do Brasil 1991 – 2020”, que tem como objetivos: proporcionar orientação, informação e assistência à comunidade da ciência do clima, ao agronegócio, às instituições públicas e privadas, visando o fortalecimento do estudo e da pesquisa da variabilidade climática, e o aquecimento global acima dos níveis pré-industriais. Marcia Seabra, abordou as mudanças das temperaturas mínimas e máximas, que como consequência vêm os temporais, que triplicaram desde 1991, ultrapassando 100 milímetros em alguns períodos, todas essas alterações climáticas vista no estudo das Normais.

"Precisamos nos adaptar aos novos padrões e estudar todos os resultados apresentados, só assim vamos entender melhor todos os fenômenos.", conclui a meteorologista.

A edição 1961-2020 da Normal Climatológica do Brasil, seus gráficos e mapas permitem saber o que mudou no clima do Brasil nos últimos 30 anos e estão disponíveis AQUI.

A cerimônia contou com a participação do Secretário-adjunto de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação - SDI do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cleber Soares; e o Diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres – CENAD, Armin Braun.

                 Comparação entre as Normais Climatológicas 1961-1990 e 1991-2020 para a variável precipitação em São Paulo-SP.



O INMET representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.


A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal, aplicativo e redes sociais:

Instagram: @inmet.oficial

Twitter: @inmet_

Facebook: @INMETBR

Tiktok: @inmetoficial

Youtube: INMET

Veja mais: