Eventos extremos: chuvas intensas, geada e frio atingem diferentes regiões do Brasil em agosto de 2022

O mês foi marcado por alagamentos, deslizamentos e impactos no agronegócio devido às chuvas

Por Manuela Rolim Siqueira - publicado 08/09/2022 11h36 . Última modificação 08/09/2022 14h00 .

Em agosto deste ano, os maiores acumulados de chuva foram registrados no noroeste do Brasil, na costa leste do Nordeste e em áreas das regiões Sudeste e Sul (figura 1). A atuação de diferentes sistemas meteorológicos contribuíram para os eventos extremos no País.

Figura 1: mapa do acumulado de chuva (mm) em agosto de 2022. As áreas mais chuvosas estão identificadas em azul escuro e as menos chuvosas em verde claro/amarelo. Fonte: Inmet.


Na Região Norte, as estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registraram, no dia 23, chuvas de 79 milímetros em Caracaraí (RR) e, no dia 29, chuvas de 60 milímetros em Benjamim Constant (AM).

Já no Nordeste, as estações registraram, no dia 4, chuvas de 66,4 milímetros em Porto de Pedras (AL). Porém, em outras áreas de Alagoas, Paraíba e Pernambuco houve chuvas mais expressivas e acima de 80 milímetros.

Na Região Sudeste, as chuvas foram mais localizadas, com destaque para a Teresópolis (RJ), com acumulado de chuva de 86,4 milímetros no dia 30/08.

Por fim, na Região Sul, uma frente fria associada à um ciclone extratropical provocou chuvas intensas durante a madrugada do dia 10 em Urussanga (RS), que teve acumulado total de chuva de 127,2 milímetros, e em Florianópolis (SC), que registrou total de chuva de 97,0 milímetros.

No dia 18, a formação de uma frente fria também potencializou áreas de instabilidade no Sul, com chuvas volumosas em Dionísio Cerqueira (SC), que teve acumulado de 158,2 milímetros.

A figura 2a apresenta a imagem de satélite no dia 18/08/2022 à 1h (horário de Brasília), com destaque para as chuvas no oeste de Santa Catarina e a Figura 2b, do dia 29/08/2022 às 22h, realça as chuvas no Amazonas. As áreas em vermelho indicam regiões mais favoráveis para ocorrência de chuvas intensas.



Confira a nota completa AQUI.

O INMET é um órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.

A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal, aplicativo e redes sociais:

Instagram: @inmet.oficial

Twitter: @inmet_

Facebook: @INMETBR

Tiktok: @inmetoficial

Youtube: INMET

Veja mais: