SÃO PAULO CAPITAL, BALANÇO DAS CONDIÇÕES DE TEMPO NO MÊS DE NOVEMBRO DE 2020

Novembro foi de chuva dentro do normal, temperaturas máximas acima e mínimas abaixo

Por Viviane Samara Barbosa Nonato - publicado 01/12/2020 14h23 . Última modificação 01/12/2020 14h41 .



No balanço de chuva, novembro apresentou padrão normal para o mês, fato que não ocorria desde janeiro, já que o padrão de chuva mensal, desde então, vem apresentando desvios com alternância de sinal: ora chuva acima, ora chuva abaixo da climatologia. Na Estação Meteorológica do Mirante de Santana (A701), o acumulado mensal de chuva foi de 135,4 mm, muito próximo da referência da Normal Climatológica (1981-2010). Na Tabela 1 estão expressas as precipitações mensais do último ano e os correspondentes valores de referência climatológica.

A maior chuva em 24 horas foi de 31,6 mm, totalizada na manhã do dia 19; houve 15 dias com chuva mensurável; a média desse parâmetro é de 13 dias. A chuva foi distribuída principalmente nos primeiros 20 dias do mês, com os últimos 10 dias sendo os mais secos e quentes. Em relação a novembro do ano passado, que foi ligeiramente seco, choveu cerca de 25 mm a mais. No balanço do ano, a precipitação está em 73 mm acima da Normal Climatológica.

O início de novembro foi marcado por uma onda de frio que promoveu baixas temperaturas, tanto em relação às máximas como às mínimas. No dia 1º a máxima foi de somente 17,9 °C, a menor para o mês; a mínima do mês foi de 12,0 °C, registrada ao amanhecer do dia três.

Já o fim do mês foi marcado por altas temperaturas, com uma sequência de sete dias de temperaturas acima de 30 °C, sendo o ápice do calor registrado no dia 28, com 33,6 °C.

Em termos médios de temperaturas máximas, o mês apresentou valor de 27,6 °C, um desvio de 0,7 °C acima da referência climatológica, ainda assim bem menor que os meses antecedentes.

Destaque para a média das temperaturas mínimas, de 16,5 °C, a qual já apresentou desvio oposto, ficando em 0,8 °C abaixo da Normal Climatológica, que é de 17,3 °C.

A menor amplitude térmica diária, que é a diferença entre a temperatura máxima e a mínima em um dia, foi de 4,1 °C, no dia 1º com registro de precipitação fraca. Por sua vez, a maior amplitude se deu no dia 8, com 16,6 °C de variação de temperatura intradiurna.

A velocidade do vento no Mirante de Santana atingiu seu valor máximo na madrugada do dia 17, quando as rajadas de vento chegaram a 51 km/h (11,3 m/s).

Na Figura 1 subsequente é apresentado o gráfico com as séries diárias das temperaturas e precipitação ao longo do mês de NOVEMBRO de 2020:

Figura 1: temperaturas e precipitações diárias em NOVEMBRO de 2020 no Mirante de Santana-SP. Referência: Normal Climatológica Inmet de 1981 a 2010.



Veja o Balanço completo AQUI.