Atualização - Região Nordeste volta a ter chuva nos próximos dias

Os maiores volumes de chuva (acima de 100 mm/dia) poderão se concentrar no leste da Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

Por Viviane Samara Barbosa Nonato - publicado 21/06/2022 15h46 . Última modificação 22/06/2022 12h22 .

Ao longo do dia de hoje (22) e até pelo menos amanhã (23), a previsão é de pancadas de chuva a qualquer momento em praticamente todo o centro e leste do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Deve chover de forma mais fraca no nordeste e leste do Ceará e no leste de Sergipe.

Pontualmente, poderá ocorrer acumulados de chuva (acima de 120 mm no período) no Leste e Agreste de Alagoas e no Leste e Zona da Mata e Agreste em Pernambuco, áreas que inclusive já estão sobre aviso meteorológico de grande perigo (cor vermelha): https://alertas2.inmet.gov.br/39436.

Áreas de instabilidade associadas a propagação de Distúrbios Ondulatórios de Leste (DOL) já atuam e provocam chuva sobre partes da região Nordeste, especialmente sobre o Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. Em algumas localidades do Rio Grande do Norte, por exemplo, o acumulado de chuva nas últimas 24 horas (até às 12 horas no horário de Brasília) já são superiores a 60,0 mm.

A Figura 1, mostra o mapa da previsão de chuva acumulada (mm) para o Nordeste no dia 23 de junho.

Nas áreas na cor vermelha, entre o leste e agreste de Pernambuco e de Alagoas, os totais de chuva poderão variar entre 70 mm e 120 mm.

Figura 1. Mapa da previsão da chuva acumulada (mm) às 06h (horário de Brasília) do dia 23/06.


Imagens de satélite da manhã de hoje (22) mostram áreas de instabilidade já atuando na região.

O INMET é um órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.

A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal, aplicativo e redes sociais:

Instagram: @inmet.oficial

Twitter: @inmet_

Facebook: @INMETBR

Tiktok: @inmetoficial

Veja mais: