Fim de semana foi de chuva forte em grande parte do Nordeste

Entre as cidades mais afetadas, destaque para Maceió (AL), onde o volume total de chuva em três dias foi o maior para novembro desde 2011

Por Manuela Rolim Siqueira - publicado 07/11/2022 11h55 . Última modificação 07/11/2022 12h13 .

Quase todos os estados do Nordeste do Brasil tiveram registro de chuvas intensas no último fim de semana (06 e 07). Os grandes acumulados de chuva foram causados pela presença de um canal de umidade na região, o que configura a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS).

Entre as localidades mais afetadas, estão o agreste e o litoral de Alagoas, agreste de Pernambuco, centrossul e sertão do Ceará, oeste da Paraíba e centro-norte do Piauí e do Maranhão (figura 1).

As chuvas volumosas em um curto período de tempo provocaram a elevação dos níveis de alguns rios, especialmente no agreste dos estados de Alagoas e Pernambuco.

A previsão indica a persistência das chuvas até, pelo menos, esta terça-feira (08). Na quarta-feira (09), o sistema deverá enfraquecer.

Grandes volumes

Entre os maiores acumulados de chuva, destaque para a cidade de Maceió (AL), que registrou 142,6 milímetros (mm) entre os dias 05 e 07.

Apenas o acumulado do dia 05, de 59,2 milímetros, já superou a média histórica para todo o mês de novembro na capital alagoana, que é de 45,1 mm. Além disso, o volume total de chuva em três dias é o maior já registrado para novembro desde 2011, quando foram contabilizados 117,6 mm.

Outras cidades também já estão com acumulados de chuva superiores à média para novembro na Região Nordeste. É o caso de Seridó (RN), com total de chuva de 53,9 mm e média de 6,2 mm (valor 769% acima da média); Palmeira dos Índios (AL), com total de 89,4 mm e média de 15,7 mm (valor 469% acima da média), e Surubim (PE), com 45,2 mm e média de 10,6 mm (34,6 mm ou 326% acima da média).

Figura 1: Mapa do acumulado de chuva entre os dias 04, 05 e 06 de novembro de 2022. Fonte: Inmet.

O INMET é um órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.

A previsão de tempo e os avisos meteorológicos são divulgados diariamente em nosso portal, aplicativo e redes sociais:

Instagram: @inmet.oficial

Twitter: @inmet_

Facebook: @INMETBR

Tiktok: @inmetoficial

Youtube: INMET

Veja mais: