DEPOIS DO CALOR, PROXIMIDADE DE FRENTE FRIA E ZCAS PROVOCAM CHUVA FORTE E QUEDA NAS TEMPERATURAS EM SÃO PAULO

Os acumulados de chuva até o domingo (30) e a segunda-feira (31), podem também superar os 150 mm em diversas áreas do estado de São Paulo.

Por Maisa Pereira de Souza - publicado 27/01/2022 19h04 . Última modificação 27/01/2022 19h18 .


Uma massa de ar quente e úmido na tarde e noite desta quinta-feira 27/01/2022 provoca temporais em partes do estado de São Paulo e no norte do Paraná. Uma frente fria na altura de Santa Catarina deve chegar ao centro e sudeste de São Paulo, encontrando ar quente e úmido de norte, intensificando a instabilidade sobre o estado.

No de decorrer da sexta-feira (28) e do final de semana, o sistema frontal fica semi-estacionário sobre a costa de São Paulo, quando atuará em uma extensa faixa de umidade e convergência de ventos úmidos, passando por parte da região Centro-oeste e Sudeste do País, a conhecida Zona de Convergência de Atlântico Sul (ZCAS).

Conforme dados da Estação Meteorológica Automática do INMET no Mirante de Santana, zona norte da capital paulista, a temperatura máxima no meio da tarde desta quinta-feira (27) atingiu os 31,0°C.

Obs.: A máxima do ano de 2022 é de 33,8 °C registrada no domingo 23/01/2022, superando os registros de 33,7°C verificados em 19/01/2022 e 18/01/2022 e também os 33,7°C de 12/12/2021.


                                   
                            Figura 1. Mapa da tendência das temperaturas (em °C) válido para o dia 28/01, conforme modelo Cosmo do INMET.


                           
                                    Figura 2. Acumulado de chuva (em mm) previsto pelo modelo Cosmo 2.8km do INMET para 24h (a) e 48h (b).

No decorrer da sexta-feira, 28/01/22 e no final de semana, um sistema de baixa pressão dá suporte a uma extensa faixa de convergência de ventos úmidos (ZCAS), oscilando sobre Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, sul de Goiás, norte do Paraná e São Paulo e a frente fria deve ficar junto à costa de São Paulo.

A Zona de Convergência do Atlântico Sul - ZCAS – é uma persistente banda de nebulosidade orientada no sentido noroeste-sudeste, que se estende desde a Amazônia até o oceano Atlântico sudoeste. A ZCAS está associada com uma sequência de dias chuvosos que em muitas ocasiões provocam episódios de chuva extrema. Portanto, espera-se grande acumulado de precipitação.

Nas próximas 24h os acumulados podem passar dos 150 mm na faixa mais leste do PR e sul-sudeste de São Paulo, área do sul do Vale do Ribeira e litoral sul.

 

                                       Figura 3. Acumulado de chuva (em mm) previsto pelo modelo Cosmo 7 km do INMET para 96h (a) e 168h (b).

Os acumulados de chuva até o domingo (30) ou segunda-feira (31) podem também superar os 150 mm em diversas áreas do estado de São Paulo, inclusive na grande São Paulo.


Veja a NOTA TÉCNICA: AQUI.



Detalhes da previsão do tempo e atualização dos avisos meteorológicos em portal.inmet.gov.br e http://alert-as.inmet.gov.br
Nossas Redes Sociais e Aplicativo:
Instagram: @inmet.oficial
Youtube: INMET
Twitter: @inmet_
Facebook: INMETBR
LinkedIn:/company/inmetbr
Tiktok: @inmetoficial

Veja mais: