Portal do Governo Brasileiro

[Atualização 22/05/2020] - UMA FORTE FRENTE FRIA ATUA NO BRASIL CAUSANDO CHUVAS E VENTOS INTENSOS, SUCEDIDA DE MASSA DE AR FRIO INTENSO COM DIMINUIÇÃO ACENTUADA NAS TEMPERATURAS EM VÁRIAS REGIÕES

A frente fria de forte intensidade que avança pelo Brasil já ocasionou chuvas e ventos fortes na Região Sul do Brasil. Os acumulados de chuva entre os dias 21 e 22 de maio (até às 9 horas) totalizaram 128,8 mm em Uruguaiana, 108,4 mm em Planalto (PR) e, 100,6 mm em Dionísio Cerqueira (SC).

Por Luciano de Almeida dos Anjos - publicado 25/05/2020 14h52 . Última modificação 05/06/2020 09h40 .

[Atualização 22/05/2020] - UMA FORTE FRENTE FRIA ATUA NO BRASIL CAUSANDO CHUVAS E VENTOS INTENSOS, SUCEDIDA DE MASSA DE AR FRIO INTENSO COM DIMINUIÇÃO ACENTUADA NAS TEMPERATURAS EM VÁRIAS REGIÕES 

A frente fria de forte intensidade que avança pelo Brasil já ocasionou chuvas e ventos fortes na Região Sul do Brasil. Os acumulados de chuva entre os dias 21 e 22 de maio (até às 9 horas) totalizaram 128,8 mm em Uruguaiana, 108,4 mm em Planalto (PR) e, 100,6 mm em Dionísio Cerqueira (SC). Ainda entre a sexta-feira e o sábado (dias 22 e 23 de maio), a frente fria avançará, atingindo os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul provocando chuvas intensas. No sábado, dia 23, a frente fria avançará para os estados de Mato Grosso e Rondônia além do sul de Goiás e de Minas Gerais. No domingo, a frente fria avança até o Rio de Janeiro. Destaque-se que durante seu deslocamento para as regiões Centro-Oeste e Sudeste, a frente fria diminuirá de intensidade. A referida frente precede uma massa de ar frio de forte intensidade oriunda da região subantártica a qual promoverá forte declínio nas temperaturas a partir do dia 22/05 na Região Sul e no Mato Grosso do Sul e, a partir do dia 23/05, no Mato Grosso, sul e centro de Goiás, São Paulo, sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro. A massa de ar frio chegará no final de sábado (23/05), nos estados do Acre, Rondônia e sul do Amazonas, causando o fenômeno da friagem. A Figura 1 apresenta o mapa de tendência de temperatura entre a noite do dia 23 e a noite do dia 24 de maio. Os tons em azul, nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e sul da Região Norte, representam áreas de forte declínio de temperatura. A intensificação de um ciclone extratropical, associado à frente fria, favorece a ocorrência de ventos fortes com rajadas, a partir do dia 23/05, no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Os ventos máximos estão previstos para quando o ciclone migrar do Rio Grande do Sul para o Oceano Atlântico, entre os dias 23 e 24/05, sobretudo entre o litoral do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, se estendendo até o litoral sul do Rio de Janeiro. A Figura 2 apresenta o campo de pressão atmosférica em superfície no dia 23 de maio às 6 horas (horário de Brasília). A letra “L” indica o centro do centro extratropical. O frio, causado pela intensa massa de ar frio, também favorecerá a formação de geadas na madrugada de domingo (24/05) no sul do Mato Grosso do Sul e no oeste do Paraná e de Santa Catarina e, na segunda-feira (25/05), no norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná e também em áreas isoladas do Mato Grosso do Sul, sul e Serra da Mantiqueira em São Paulo e no sul de Minas Gerais.

Figura 1: Mapa de tendência de temperatura entre os dias 23 e 24 de maio de 2020. Fonte: INMET.

Figura 2: Mapa do Campo de Pressão a Superfície às 06 horas do dia 23/05/2010. Fonte: INMET. Veja ATUALIZAÇÃO das informações completa em: https://portal.inmet.gov.br/notasTecnicas