Meteorologista do INMET Apresenta as Condições Climáticas para a Safra 2021/2022 Durante a 50º Reunião da Câmara Setorial do Açúcar e do Álcool.

A iniciativa é mais um passo para aproximar a meteorologia e o produtor rural.

Por Viviane Samara Barbosa Nonato - publicado 15/07/2021 13h42 . Última modificação 15/07/2021 18h14 .



Na manhã desta quinta-feira (15/07), o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Mozar de Araújo Salvador, participou da 50º Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Açúcar e Álcool, por meio de videoconferência, em Brasília (DF), com representantes do Conselho do Agronegócio Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Açúcar e do Álcool (CSAA).


Na ocasião, o meteorologista do INMET apresentou as perspectivas climáticas para a safra 2021/2022; fez uma amostra do levantamento das áreas com plantio de cana-de-açúcar mapeadas por satélites do INMET; mostrou a comparação do total de chuva acumulada nos meses de março, abril e maio de 2021; o monitoramento de secas no mês de maio/2021; o acumulado de chuva nos meses de junho e julho; o monitoramento de geadas disponível no portal do Inmet; o painel de risco de incêndio: ferramenta que monitora e divulga os locais com maior probabilidade de ocorrência de incêndios no Brasil; o prognóstico trimestral (Ago/Set/Out); as previsões de El Niño e La Niña e a previsão de chuva acumulada em 15 dias (14 a 29 de julho).


A parceria entre o INMET e a Câmara Setorial é um esforço de aproximar os dados da meteorologia ao produtor rural, que visa fornecer informações da melhor qualidade e no tempo necessário para que o produtor tenha uma tomada de decisão assertiva. A iniciativa é mais um passo em prol do usuário, tornando-se de grande importância para o seguimento da agricultura, com melhor previsibilidade e maior ação durante o período de produção.