INMET PARTICIPA DE OFICINAS DE CAPACITAÇÃO PROMOVIDAS PELA DEFESA CIVIL NACIONAL

O objetivo da capacitação é apresentar o Guia Prático de Utilização de Alertas do Governo Federal para Ações de Preparação para Desastres, a metodologia de elaboração dos avisos/alertas pelas Agências de Monitoramento, além de uma etapa prática de simulação de uma situação real envolvendo uma previsão crítica, emissão de alertas e avisos e adoção de ações locais de proteção à população.

Por Viviane Samara Barbosa Nonato - publicado 23/07/2021 11h21 . Última modificação 23/07/2021 11h28 .

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério do Desenvolvimento Regional (SEDEC/MDR), com o apoio das Agências de Monitoramento do Governo Federal e das Defesas Civis Estaduais realiza em todos os estados brasileiros, um curso itinerante, na forma de Oficinas de capacitação para o uso do Guia Prático de Alertas do Governo Federal.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) compõe o rol das Agências de Monitoramento do Governo Federal, subsidiando o CENAD (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres) com informações meteorológicas e a emissão de Avisos Meteorológicos Especiais.

Nos dias 14 e 21 de julho de 2021, os meteorologistas do INMET (Sede, 4°, 5º e 7º Distrito) participaram das Oficinas promovidas para mais de 250 agentes das defesas civis municipais de todas as regiões dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, respectivamente.

O objetivo da capacitação é apresentar o Guia Prático de Utilização de Alertas do Governo Federal para Ações de Preparação para Desastres, a metodologia de elaboração dos avisos/alertas pelas Agências de Monitoramento, além de uma etapa prática de simulação de uma situação real envolvendo uma previsão crítica, emissão de alertas e avisos e adoção de ações locais de proteção à população.

Oferecido em caráter itinerante, o curso percorre todo o Brasil até o fim do ano. Nos meses de julho a agosto, as oficinas serão realizadas nos estados do Sudeste e Sul do país, sempre com duração de um dia e em formato on-line.

Para a meteorologista Morgana Almeida, “as capacitações são oportunidades para divulgar a metodologia de elaboração dos trabalhos realizados pelo INMET, além de um momento de reciclagem e interação com o usuário final”.

"A oficina é muito importante porque difunde uma doutrina e um conhecimento na elaboração de alertas para a população e permite aos municípios melhorarem a capacidade de resposta aos eventos", destacou o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD), Armin Braun.

Guia prático

Para facilitar a compreensão dos alertas emitidos pelo Governo Federal sobre o risco de desastres naturais em todo o País, a SEDEC/MDR elaborou um guia prático voltado a órgãos estaduais e municipais. O objetivo é capacitar os usuários locais e auxiliar no desenvolvimento de ações e estratégias de monitoramento, preparação e resposta às situações adversas. Acesse o material neste link (https://www.gov.br/mdr/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/protecao-e-defesa-civil-sedec/guiapraticodesastres.pdf).

Na publicação, há detalhes de como se diferencia os tipos de informações (boletins, avisos e alertas) produzidas por meio do monitoramento das agências federais parceiras do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil, que atuam de forma articulada. São elas: Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Agência Nacional de Água e Saneamento Básico (ANA), Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) e Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD).

O Guia Prático de Utilização de Alertas do Governo Federal para Ações de Preparação para Desastres foi elaborado por meio de cooperação técnica entre o Ministério do Desenvolvimento Regional e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD BRASIL).