INMET EXECUTA REFORMA ADMINISTRATIVA PROFUNDA

As mudanças são necessárias para a manutenção do Instituto e da Rede de Estações Meteorológicas centenárias, principal fonte de coleta de dados meteorológicos do INMET.

Por Maisa Pereira de Souza - publicado 28/06/2021 07h30 . Última modificação 30/06/2021 11h50 .


Após monitorar o andamento dos processos e no contexto de restrições orçamentárias, o INMET vislumbra um novo rumo ao futuro. Em busca pela eficiência, através da maior e mais profunda reforma administrativa dos seus 111 anos de história:


  • Redução anual de mais de 2 milhões de reais de despesas;
  • Readequação da mão-de-obra à nova realidade (corte de 25% dos funcionários terceirizados - redução da despesa com pessoal de 30%). As reduções se darão em todas as unidades do INMET (Sede e 10 Distritos de Meteorologia);
  • Renegociação de contratos (que resulta em corte de cerca de 42% dos seus contratos);
  • Ampliação de parcerias com os setores público e privado.


Todas as ações foram tomadas para que o INMET tenha um novo modelo de gestão pautado na economicidade e na viabilidade operacional do Instituto Nacional de Meteorologia. O objetivo é reduzir a burocracia, reduzir gastos e desperdícios, fidelizar os seus usuários e satisfazer a sociedade brasileira, além de maximizar os resultados dos seus colaboradores.


Sabendo-se que não é simples, não é rápido, que envolve mudança comportamental e comprometimento com o propósito dessa nova gestão. Porém, tais ações irão maximizar os resultados do INMET e da meteorologia no país criando vantagens competitivas, redução de custos, otimização de recursos, aumento da satisfação do cidadão por meio de produtos e serviços em nível superior de qualidade.


Do plantio à colheita, do saber o melhor momento para erguer edifícios e abrir estradas, no auxílio à defesa civil com avisos sobre risco de enchentes e desabamentos, baixa umidade e tempestades, a meteorologia é ponto crucial para a tomada de decisão que garante o pleno funcionamento desses processos.


Os resultados esperados apontam mudanças inovadoras e promissoras com uma maior evolução da Estratégia do INMET em 2021, como:


- Criação do Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) – coordenado pelo INMET para atuação conjunta com outras instituições federais voltadas ao aprimoramento do monitoramento e à elaboração de previsões de eventos meteorológicos extremos, à pesquisa, ao desenvolvimento e à inovação, responsável por emitir alertas de emergências meteorológicas, hídricas e ambientais que foi o responsável por emitir o Alerta de Emergência Hídrica para a área da Bacia do Paraná, em maio;


- Maior e mais estruturada Estratégia de Comunicação com a presença do INMET nas principais redes sociais (YouTube, Instagram, Twitter), além da disponibilidade de aplicativos para Android e IOS;


- Consolidação do Sistema de Informações Meteorológicas - SIM INMET (projeto de financeirização do dado meteorológico). O SIM INMET tem duas vertentes: a primeira que constrói o seguro de índice paramétrico numa parceria com empresas seguradoras e a segunda com a disponibilidade de informações meteorológicas para o mercado financeiro e de capitais, que se desdobram em mapas climatológicos e a construção do derivativo climático numa parceria com a B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão. O INMET é o provedor de dados meteorológicos (temperatura, umidade, pressão atmosférica, precipitação, direção e velocidade dos ventos, radiação solar) para todas as iniciativas e colabora na construção desse novo mercado de mitigação dos riscos das mudanças climáticas;


- Maior Integração com a Rede de Estações Meteorológicas complementando os eixos de valorização do INMET assumidos pela atual gestão.


Essas mudanças também são necessárias para a manutenção do Instituto e da Rede de Estações Meteorológicas centenárias, principal fonte de coleta de dados meteorológicos do INMET. Um Dado meteorológico não coletado, é um dado que se perde para sempre.


Diante de todos os pontos apresentados, é necessário reconhecer e nos solidarizamos com as pessoas que fizeram parte da nossa história, ao mesmo tempo que buscamos garantir o aumento de produtividade, com despesas mais racionais ao Instituto para os próximos anos.


Um futuro de Valor para o INMET.