DADOS METEOROLÓGICOS DO INMET SÃO UTILIZADOS NO RELATÓRIO MENSAL DO DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA DE SÃO PAULO (DAEE-SP)

O DAEE-SP utiliza os dados meteorológicos das Estações Meteorológicas automáticas e convencionais do INMET, para o monitoramento da precipitação das chuvas no estado.

Por Maisa Pereira de Souza - publicado 07/06/2021 11h29 . Última modificação 07/06/2021 16h08 .

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE-SP), da Secretária de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado de São Paulo, utiliza os dados meteorológicos das Estações Meteorológicas automáticas e convencionais do INMET, para o monitoramento da precipitação das chuvas no estado.

Neste caso, vale ressaltar a grande importância do funcionamento da Rede de Estações Meteorológicas. Vejamos que mais uma vez os dados de precipitação usados para o monitoramento do Balanço Hídrico é mais uma fonte de apoio para o Departamento, ou seja, é possível fazer um monitoramento de curto, médio e longo prazo, auxiliando na gestão e pesquisa de cenários com relação à crise hídrica e seca, além disso, pode ser feito um monitoramento das enchentes nas áreas centrais e no interior do estado.

“Quanto mais informações o INMET oferecer de forma detalhada, correta e completa torna-se uma ajuda de grande importância. Não temos uma parceria oficial, mas sempre há essa troca de informações entre os órgãos”, afirmou Marcelo Schneider, meteorologista e coordenador do 7º Distrito de Meteorologia do INMET em São Paulo.

Foram observados que os Boletins produzidos pelo DAEE-SP tem como apoio:

-Dados de chuva do INMET

-Revisão estatística do modelo -Previsão climática trimestral (feita pelo INMET/INPE e FUNCEME) e;

-Prognóstico Climático Trimestral emitido pelo INMET.

Confira o Boletim DAEE-SP de Maio/2021 completo em: https://bit.ly/3pgr0wh